Tokushare > Notícia > Análise > Séries- Kamen Rider Build – Um Rider que Construiu uma História Espetacular!

Séries- Kamen Rider Build – Um Rider que Construiu uma História Espetacular!

Por tuninhochan

Quando terminei de assistir a Kamen Rider Gaim em 2014, eu o cravei como o melhor Tokusatsu que eu havia assistido até aquele momento. Pensei que levaria um bom tempo para aparecer um outro Tokusatsu que conseguisse rivalizar com o meu Rider predileto. Qual não foi minha surpresa que em 3 de setembro de 2017, apenas 3 anos após o fim de Gaim, estrearia Kamen Rider Build, o Rider que veio para destronar Gaim de sua posição suprema como meu Tokusatsu favorito! Claro, isso na minha opinião e no meu gosto! Com roteiro de Shogo Muto, produzido pela Toei Company, Bandai, TV Asahi e Asatsu-DK, o 19º Kamen Rider da Era Heisei foi exibido pela TV Asahi. Kamen Rider Build contou com 49 excelentes episódios e ainda conta com um filme, chamado Kamen Rider Build: Be the One, que estreou em 4 de agosto de 2018 no Japão e será lançado em DVD e Blu-Ray em 9 de janeiro de 2019.

A história da série consiste na seguinte trama: há 10 anos atrás, alguns astronautas estavam explorando o planeta Marte e encontraram uma caixa misteriosa ao qual deram o nome de Caixa de Pandora. Este artefato foi trazido para a Terra para ser estudado e durante uma apresentação pública da Caixa, alguém a toca e uma forte energia é liberada, afetando diversas pessoas que estavam presentes para conhecer o objeto misterioso. Além disso, surgiram muralhas, denominadas de Muralhas Celestiais, que dividiram o Japão em 3 distritos: Touto, Hokuto e Seito. Nos dias atuais, os governos formados por estes distritos tentam descobrir os segredos existentes na Caixa de Pandora e ajudar algumas pessoas que foram transformados em Smashes, espécie de monstros, devido a energia liberada pela Caixa de Pandora.

O protagonista da série é Sento Kiryu (Atsuhiro Inukai), um gênio da física que não possui memórias do seu passado, mas tem o poder de se transformar em Kamen Rider Build, com o objetivo de deter os Smashes, estudar a Caixa de Pandora e descobrir o seu passado. Logo no primeiro episódio ele conhece Banjo Ryuga (Eiji Akaso), um ex-lutador, que é acusado de um crime que não cometeu. Ambos logo travam uma forte amizade e decidem investigar os podres que existem por trás dos governos de Seito, Touto e Hokuto. Sento e Banjo são totalmente opostos em personalidade. Sento é inteligente, centrado, calmo e egocêntrico às vezes. Já Banjo é estourado, impulsivo e meio tapado, mas apesar de tudo, eles se completam e são a combinação perfeita!

Kamen Rider Build superou todas as minhas expectativas. E quando eu digo que superou, superou mesmo. A série é espetacular, possui uma trama extremamente envolvente, muito suspense, muitas reviravoltas (cheguei a contar uma média de 129 reviravoltas na trama, sem exageros), possui efeitos especiais de primeira linha, muita ação, um elenco formidável, um protagonista cativante e possui o maior vilão já criado dentre todas as franquias de Tokusatsu (ao menos dos que eu assisti até agora). As formas dos Riders são bonitas, tirando uma ou outra esquisitinha aqui ou ali.

Como citei acima, todo o elenco está de parabéns e todos possuem papéis importantes a desempenhar para o desenrolar de toda a trama. Quem diz que japonês não sabe interpretar, precisar rever seus conceitos e assistir mais séries. Para citar rapidamente apenas algumas séries com ótimos atores ou elenco: Detetive Espacial Gavan (1982), Kaiketsu Zubat (1977) e Kamen Rider Gaim (2013), e agora, sem dúvidas nenhuma, Kamen Rider Build. Apesar do elenco todo ser formidável, confesso que eu preciso destacar um quarteto que merece todo o tipo de veneração e aplausos: Sento, Misora, Isurugi e Blood Stalk. Vamos a cada um deles. Comecemos com o protagonista da história: Sento Kiryu, interpretado magnificamente por Atsuhiro Inukai. Sento é o típico herói que arrisca tudo para salvar aos outros. Mesmo sendo arrogante algumas vezes e dar muito valor as experiências, como físico que é, ele é corajoso e possui um coração de ouro. O personagem teve vários momentos memoráveis ao longo da série, mas dois específicos me mararam muito. Para não dar spoilers nenhum e não estragar nada, citarei apenas assim: um das cenas que me marcou muito foi a interpretação de Inukai quando Sento é envenenado. Você sente toda a dor e sofrimento do personagem. A outra é quando Sento mata uma pessoa sem querer. Esta cena pra mim é uma das mais fortes que eu já vi em um Tokusatsu e Inukai passa todo o sofrimento, arrependimento e dor de seu personagem. Cena digna de ser aplaudida de pé.

Misora Isurugi (Kaho Takada) é a filha de Soichi Isurugi (Yasuyuki Maekawa), proprietário do “Café Nascita”, local que serve como uma espécie de “base secreta” para Sento trabalhar e fazer suas experiências. Misora possui um poder misterioso que ajuda Sento a purificar as garrafas que eles usam nas transformações do nosso herói em Kamen Rider Build. Ela é uma menina bondosa e seu papel cresce absurdamente durante a trama. Não posso revelar mais nada. Sem spoilers aqui!

Soichi Isurugi (Yasuyuki Maekawa) é o pai de Misora e proprietário do “Café Nascita”. Foi ele quem encontrou Sento desmemoriado num beco num dia de chuva. Ele apoia as pesquisas de nosso herói, o incentiva e é conhecido por fazer o pior café do mundo. Sem palavras para descrever a capacidade de interpretação deste ator. Para mim, de longe, ele foi o melhor personagem da trama. Sou extremamente fã dele!

O personagem final, e meu favorito de Build é o vilão! Blood Stalk (dublado por Tetsuo Kanao) veio para tomar o lugar de maior vilão de todos os tempos dentre todos os Tokusatsus. Ele é extremamente inteligente, forte, manipulador, bom de pancada, irônico, sarcástico e parece estar brincando com os seres humanos a todo o momento. Se eu fosse traçar um paralelo de Blood Stalk com algum personagem do mundo nerd ocidental, eu o compararia ao Professor (Álvaro Morte) da série La Casa de Papel (2017), pois ambos sempre tem uma carta na manga para qualquer tipo de situação e um plano para tudo o que se possa imaginar.

Sento e Blood Stalk travaram diversas batalhas espetaculares, mas batalhas de intelecto. Os dois eram duas faces da mesma moeda. Era uma batalha entre gênios. Dava gosto ver os diálogos que rolavam entre eles.

Agora fica a dura e difícil missão para Kamen Rider Zi-O de substituir um Kamen Rider tão excelente como Build foi, fechar a Era Heisei e ainda cumprir o prometido pela Toei Company em seus previews da série, já que eles anunciaram que: “Kamen Rider Zi-O é o Kamen Rider supremo”... me lembrei na hora da época em que Kamen Rider Drive (2014) foi anunciado para substituir Kamen Rider Gaim e que ele seria o Rider que iria revolucionar a franquia, coisa que não aconteceu.... além de Drive ter sido um fiasco, a questão de um Kamen Rider usar um carro não era novidade, pois já havíamos visto isso há muitos anos antes com Kamen Rider Black RX (1988) e seu Raidron. Só me resta torcer para que Zi-O mande muito bem, mantenha a boa tradição de ótimas histórias da Era Heisei e que feche esta Era com chave de ouro.

Para vocês que querem acompanhar Kamen Rider Build, nós temos a série completinha aqui mesmo no Tokushare (http://www.tokushare.com.br/seriadoHistorias/view/782)!

Um grande abraço!

tuninhochan
Um eterno fã de Tokusatsus!
Comentários
Holger Danilchenko - 24/10/2018 11:10:02
Não falerei que Gaim é melhor que o Build e Vice-versa porque cada um tem seu gosto mas o Build com ctz figura entre o 10 Top Kamen Riders ao lado de W e Gaim esses do qual me recomendavam assistir quando lhes perguntava quais as melhores séries Kamen Riders pra começar. Uma opinião minha: Confesso que algumas reviravoltas não me surpreenderam tanto pois da maneira como certos personagens foram apresentados no começo da série já me deixaram com a pulga atrás da orelha, coisas do tipo que funcionavam bem com Riders da era Showa mas em pleno século 21 é de se desconfiar certas atitudes pois as pessoas não são aquilo que aparentam ser, ficou meio vago eu sei mas não posso falar além disso devido a Spoilers, entretanto essa série é divertidissima e os atores são fantásticos assim como tuninhochan argumentou, sério ... muito bons mesmo e se você já tem sua lista de Top 10 Riders acho dificil vc não incluir o Build na lista. Assistam vale a pena.
Denuncia
tuninhochan - 13/09/2018 00:09:22
Eu que agradeço a atenção e paciência em ler minha opinião, Kiluhty. Então, na minha opinião, Kamen Rider Drive foi horroroso, mas isso é um gosto pessoal meu, não uma verdade absoluta. Conheço muita gente que adora a série. Até que você já assistiu bastante coisa, inclusive algumas que eu não vi ainda. Dê uma conferida aqui na coluna de "análises"e veja algumas das séries que eu já assisti e recomendo. Talvez você se anime a ver alguma delas. Um grande abraço!
Denuncia
Kiluhty - 12/09/2018 03:09:03
Oi Tuninho, parabéns por este seu texto sobre a série. Realmente muito bom suas palavras e não tem spoilers. No entanto, eu acho que entre Gaim e Build, eu prefiro o Gaim pela história, por mais que tenha adorado o vilão blood stalk. Ele foi realmente o melhor vilão que eu já vi em uma série kamen rider, isso eu não nego. Porém, a história do gaim ainda me cativa em colocar os ideias e sentimentos das pessoas sobre a população numa catastrofe como era prevista em gaim. Porém, eu não gostei da parte que você disse do Drive. Eu o assisti após o gaim conforme o japão mesmo e posso dizer que ele não foi nota 10 como gaim porém eu daria 9,3 hoje que temos o build que eu daria 9,7. O fato do Drive ter carro não tem nada de mais (mesmo eu amando o Tridoron, se eu tivesse um carro de verdade daquele jeito, eu ficaria muito feliz), mesmo sabendo do saudoso Raidron já ter existido na serie RX, o Drive marca com os poderes tudo voltado para carros, volante, porta, etc... Mas eu não elogio o Drive por causa dos acessórios dele ou os poderes de carro. Eu adorei a história do mesmo, acho que foi uma história bem construida e bem trabalhada, achei otimo as interpretações dos atores mesmo não tendo um vilão tão bom quando blood stalk. Por isso, finalizo aqui a minha opinião sobre o seu texto dizendo, o build é muito bom, entra sim nas minhas séries Kamen Rider favoritas, porém não acho o Drive um fiasco, muito pelo contrario, tem uma historia muito boa e bem envolvente (pelo menos para mim foi, principalmente sobre o arco onde estavam tentando encontrar o assassino do pai do heroi) e o Gaim é o melhor com o quesito história. Detalhes, sobre séries tokusatsus, acho bom relatar o que eu já assisti para vc ver o meu ponto de vista, afinal eu não assisti muitas séries clássicas como "Zubat" que você assistiu, mas eu assisti na minha infancia (mesmo que incompletas) changeman, flashman, Black, Rx, Cybercops. E agora depois de grande assisti, OOO (<- Que é o meu Rider favorito), Gokaiger (<- Sentai favorito), W (<- Série muito boa mesmo, melhor dupla, best match, rsrs), Fourze, Wizard, Gaim, Drive, Ghost, Ex-Aid (<- também uma série muito boa e com otimos personagens e revira voltas) e agora build e Zi-O que também vou assistir. Já deu para ver que eu sou fã dos Kamen Riders, porém cada um me marcou em pontos bem especificos, por isso não desvalorizo as outras séries, acho que cada um me cativa e gosto de ser criticos delas e conversar sobre ^_^. Obrigado pelo espação e desculpa se eu ofendi em algo, apenas quis dar a minha posição sobre o mesmo. Abraço e continue assim com o ótimo trabalho de todos da tokushare.
Denuncia
Execute o login para comentar a notícia!
Participem do nosso grupo no face, acessem: TokuShare