Tokushare > Notícia > Análise > Série - Kamen Rider Kuuga: O Rider Positivo!

Série - Kamen Rider Kuuga: O Rider Positivo!

Por tuninhochan

Há tempos estava querendo começar logo a Era Heisei dos Kamen Riders. Após assistir boa parte da Era Showa (vi todas as séries que estão completas com legendas), finalmente estreei a Era Heisei! Ok, ok. Na verdade mesmo, estreei na Era Heisei quando assisti à Kamen Rider Gaim no ano passado... mas vamos na ordem! Kamen Rider Kuuga foi a décima série da franquia Kamen Rider, a primeira produzida após a morte de Shotaro Ishinomori, criador do gênero. Produzida pela Ishinimori Productions e Toei Company, Kuuga foi ao ar em 2000 pela TV Asahi e teve 49 episódios.

Durante uma escavação arqueológica alguns pesquisadores encontram um misterioso cinto em um corpo. Ao retirarem esse cinto, rompe-se um selo que prendia uma raça de monstros (Grongi). Começa um ataque furioso aos seres humanos. Godai Yusuke é um jovem motoboy que tem uma visão de um guerreiro que usava este cinto para enfrentar os monstros que agora despertaram após anos aprisionados. Ele consegue pegar o cinto e o usa, transformando-se assim em Kamen Rider Kuuga, o guerreiro ancestral que derrotou os Grongi no passado.

       

Kuuga é muito bom. Muito bom mesmo. A série é dinâmica, possui muita ação, muito suspense, bons atores e personagens com ótimas histórias. A série realmente te prende. Logo no início de cada episódio deixa-se bem claro que Kuuga é um herói diferente. Ao redor do logo do seriado estão escritos: “Um Novo Herói. Uma Nova Lenda”. Esqueçam o que vocês já viram na Era Showa. Em Kuuga temos o início de algo que é marcante na Era Heisei dos Kamen Riders: as séries passam a funcionar como as séries americanas. Não temos mais a história do dia e o vilão do dia que começam e acabam no mesmo episódio. Agora a história é contínua. E isso ficou muito legal. Também não temos mais aquela repetição de sempre do herói que vira Rider contra sua própria vontade e passa à encarar o Império/Exército que o transformou num ciborgue/mutante.

No primeiro episódio temos uma pequena homenagem à Kamen Rider Ichigo e até de certa forma à Kamen Rider Black, pois ambos os heróis enfrentaram um monstro Aranha em seus primeiros episódios, assim como Kuuga também o faz.

                                        

O grande destaque de Kamen Rider Kuuga é seu elenco e seus personagens. Todos aqui tem peso na trama e são importantes para o desenvolvimento da história e do nosso herói. Godai Yusuke, interpretado por Joe Odagiri, é um personagem otimista, dedicado e que se preocupa com o bem estar de todos. Ele é capaz de dar sua própria vida para manter o sorriso das pessoas que o cercam. No começo achei Godai com uma cara meio de paspalho, mas logo fui cativado pelo seu jeito simples de ser. Alguns fãs reclamam de Joe porque há alguns anos atrás ele deu uma declaração durante uma entrevista dizendo que não gostava de tokusatsus e que só aceitou o papel por pressão do seu agente. Tempos depois Joe disse que foi mal interpretado e que adorou fazer Kuuga. Independente de qualquer coisa precisamos separar as coisas. Ele é um bom ator e foi muito bem no papel de Godai Yusuke. Se ele gosta ou não do gênero isso não deve interferir no julgamento dos fãs pela sua interpretação, pelo personagem ou qualquer outra coisa. Cada um tem o direito de opinar sobre seus gostos.

Outro grande destaque é Shingo Katsurayama que interpretou o valente policial Ichijou Kaoru. Ichijou é um personagem forte, destemido, extremamente responsável e não mede esforços para proteger as pessoas. Ele é o braço direito de Godai e até mesmo o salvou por diversas vezes. Ainda podemos destacar a gatinha Sakurako Sawatari (Kazumi Murata), Jan Michel Sorrel (Serge Vasilov), Hikari Enokida (Kaori Mizushima) e Shuichi Tsubaki (Yoshitaka Otsuka). Todos eles ajudaram na evolução de Yusuke como Kuuga e como um grande herói.

                         

Por falar em evolução de Kuuga, as formas dele são muito maneiras e bonitas. Cada uma lhe dá um poder maior em algo, mas não as citarei aqui para não estragar as surpresas da trama. Assim como as confusões que os Grongi armam também prefiro não revelar. É melhor cada um assistir e descobrir sozinho. É mais legal e mais emocionante. Há muitas, muitas, mas muitas mortes mesmo em Kuuga. Acho que se juntar toda a Era Showa não chega no número de mortos feitos pelos Grongis. Os bichos sentem realmente prazer em ceifar um vida humana. E eles são fortes. O mistério em torno deles (e sua linguagem) é o ponto forte da trama. Levamos um tempo para entender o que eles querem.

No episódio 04, “Impacto”, temos o maior show de acrobacias em cima de uma moto. Os dublês que pilotam as motos nesse episódio empinam as máquinas, descem e sobem escadas, pulam obstáculos e travam uma verdadeira batalha em cima de seus veículos como nunca havia visto anteriormente num Tokusatsu! Fiquei encantado e de boca aberta! Um verdadeiro show!

A amizade e a esperança num amanhã melhor são elementos fundamentais em Kamen Rider Kuuga. Kuuga não é só um Rider positivo por usar o sinal característico do positivo sempre e o ter como um lema de vida, mas ele também é um herói muito otimista, pra cima. Por medo de estragar e entregar muita coisa da trama, vou encerrar por aqui minha opinião. Pra quem ainda não assistiu, aqui no Tokushare temos a série completa (http://www.tokushare.com.br/seriadoHistorias/view/35). Assistam que vocês não irão se arrepender e que venha mais Era Heisei!

           

Um grande abraço.

tuninhochan
Um eterno fã de Tokusatsus!
Comentários
Ovomaltino - 11/01/2020 03:01:03
Hoje terminei de assistir à série Kamen Rider Kuuga (e vi também os 3 "especiais/extras" da série, lançados à época da exibição da mesma). É a primeira série Heisei Rider que assisti e/ou vi completa. Só digo que achei, no começo, a série interessante e que traz umas coisas novas à franquia. O lance das evoluções de Kuuga durante é série é bacana (pra vender brinquedo, então, nem se fala! :D ), e a maioria dos personagens é OK. Ichijo é um coadjuvante bacana, e Yusuke Godai foi um alter ego até que OK também. Mas não curti boa parte do restante do elenco; aquele Francês lá que fala inglês (Jean Pierre "não-sei-das-quantas...") achei muito babacão, nada a ver. E os inimigos com aquela pegada meio esquisita, parecem uns lacradores, Deus me livre! Também não biquei muito a transição pro final, onde [SPOILER]aquele moleque que surge do nada e luta com Kuuga no final, não teve o mínimo de desenvolvimento enquanto personagem[FIM DO SPOILER] e também Godai termina numa ilha interagindo com uns "mini-cucarachas" lá... Em suma, achei OK, mas a pegada meio que mudou consideravelmente. Tem um ritmo meio "novela" (ou Dorama, nesse caso), e confesso que foi meio difícil de me acostumar. Porém a série têm seu valor, embora AGORA SIM eu não saiba dizer bem se a franquia Kamen Rider deveria ter sido continuada como foi, mesmo após/devido à morte do seu criador Shotaro Ishinomori. Tipo.. fiquei com a impressão de que boliram muito com a série dele, e vai lá se saber se ele daria o consentimento dele pra que a mesma continuasse... Mas é isso aí. Amanhã, provavelmente começarei a assistir Kamen Rider Agito.
Denuncia
tuninhochan - 26/05/2015 15:05:12
Kuuga foi espetacular mesmo! E seu sucessor, Agito, está melhor ainda! Espero que a Era Heisei continue melhor à cada Rider que eu assistir!
Denuncia
gabrielmanarte - 26/05/2015 11:05:57
Foi dificil acompanhar kuuga no começo pq é bem chatinha, mas como todo bom toku ele demora para se desenvolver (W e Go-Buster são um otimo exemplo disso), mas valeu muito a pena, mesmo curtindo mais o estilo dos neo-hensei onde é focado em humor (que é um dos motivos pelo seu publico alvo) kuuga com uma tematica um pouco puxado para a era showa é um rider que agradou bastante
Denuncia
tuninhochan - 05/05/2015 09:05:37
Kuuga foi uma série muito boa mesmo! Empolgante e estimulante com todo seus suspense em torno dos Grongis. Godai é um Rider excepcional e cativante ao extremo. Impossível não se prender à trama logo de cara! Valeu, Rodrigo!
Denuncia
rodrigo nobre - 30/04/2015 20:04:14
Realmente Kuuga é muito bom, é uma série dinâmica aonde cada história prende quem assiste pois cada episódio tem ligação com o próximo, o que virou marca registrada dos Riders Heisei! O que mais gostei foi a escolha dos atores que sem dúvida ajudou e muito na evolução da série, todos personagens tinham uma certa importância na resolução dos casos e até no desenvolvimento do herói! Ainda acho que o detetive Ichijou poderia ter sido um ''segundo Rider'' na série até por sua coragem, só que mesmo assim isso não faz diferença alguma, pois Kuuga em si é o tipo de Rider solitário e esperançoso como das antigas que luta com fé no que acredita!
Denuncia
Execute o login para comentar a notícia!