Tokushare > Notícia > Análise > Série - Esquadrão Cinco Estrelas Dairanger: Um Sentai com Reta Final Excelente e Final Diferente

Série - Esquadrão Cinco Estrelas Dairanger: Um Sentai com Reta Final Excelente e Final Diferente

Por tuninhochan

Minha primeira postagem de 2016!!!! E já vou começar falando sobre a 17ª série da franquia Super Sentai, feita em 1993 pela Toei Company e eleita por muitos Tokufãs como um dos melhores sentais da década de 90. Estou falando sobre o Esquadrão Cinco Estrelas Dairanger, que teve 50 episódios e foi transmitida pela TV Asahi.

Há 8.000 anos atrás houve uma grande guerra entre a Tribo Gouma (ou Gohma) e a Tribo Dai. Gouma queria dominar o mundo e Dai queria protege-lo e também à Tribo Shura (espécie de antepassados dos seres humanos). Após esta guerra, a Tribo Dai e Gouma sumiram e a Tribo Shura evoluiu e se espalhou pelo mundo. Nos dias atuais, três remanescentes da Tribo Gouma (ou Império Gouma) pretendem retomar os planos de dominação do planeta. Cabe então ao Mestre Kaku, remanescente da Tribo Dai, reunir cinco valentes heróis para que eles se transformem no Esquadrão Cinco Estrelas Dairanger e detenham a ameaça de Gouma.

          

Dairanger é um sentai muito bom, com cenas de ação incríveis, bons efeitos especiais, temática excelente voltada para as artes marciais chinesas (eu amo Kung Fu), bons atores, trama boa, belos uniformes, um dos robôs mais bonitos da franquia Sentai e belas surpresas na reta final da série.

Os grandes destaques da série são as cenas de ação que foram muito bem coreografadas. O suspense e segredos revelados na reta final da série dão um gás a mais para ficarmos mais presos a trama e querendo saber o que irá rolar a seguir. A música de abertura, “Gosei Sentai Dairanger” interpretada por New JACK Takuro é viciante. Há um episódio, uma cena que eu adorei: os heróis fazem seu Roll Call na forma civil e lutam contra os vilões por quase dois episódios sem uniformes, apenas na forma civil. Muito maneiro. Dos personagens, a grande maioria me agradou, mas dois em especial me chamaram atenção: Akomaru e Jin Matoba.

    

Vamos começar por Akomaru. O pequeno Shohei Shibata interpretou um personagem com forte carga dramática, cheio de amarguras e ressentimentos e que simplesmente voltou do inferno para poder se vingar. Imaginem tudo isso numa criança de 9 anos!!! Tá certo que ele vivia assoprando sua língua de sogra, mas queriam o que também? Que botassem uma criança fumando na TV?? Seu personagem, de longe, é o que possui mais peso dramático da série.

           

Jin Matoba é interpretado pelo veterano Yutaka Hirose, que eu gosto de chamar de Sr. Vilão, pois já interpretou Wandar em Comando Estelar Flashman, Imperador Tranza em Esquadrão Homens-Pássaros Jetman, Dr. Kemp em Esquadrão Super-Feras Liveman e muitas outras participações em diversos Tokusatsus. Em Dairanger ele interpreta um jovem amargurado, orgulhoso e arrogante que pretender ser o maior lutador vivo de todos os tempos. Encontra o rival ideal em Ryo, o Ryu Ranger interpretado por Keiichi Wada. Ambos protagonizam lutas incríveis.

                

Como nem tudo são flores, vamos ao que não me agradou na série. De cara falo de Kou, o Kibaranger, interpretado por Hisashi Sakai. Seu personagem é irritante, chato e sem a menor função, o que é bastante irônico, pois ele é fundamental para a trama da série. Ao contrário de Akomaru, Kou me faz lembrar porque não gosto de crianças em produções de ação. Após o surgimento do personagem, do nada, ele some por diversos episódios. Realmente, é um personagem que não faria falta alguma, se não fosse peça chave na trama. Irônico, não?

        

Um personagem que eu não gostava também era o Imperador de Gohma, o 15º Gohma interpretado por Munemaru Kouda. Ele possui uma voz extremamente irritante, é espalhafatoso, possui um visual horrível e não possui muita importância na trama. Surgiu parecendo ser uma grande ameaça, mas isso acabou não se concretizando.

             

Outra coisa que não me agradou foi o seguinte: temos cinco integrantes do esquadrão, tirando o Kibaranger que é o sexto membro. Dos cinco principais, todos tem peso e significado na trama, nem que seja como a Rin, a Houou Ranger interpretada por Natsuki Takahashi, que sua única função é ser a ligação com o Kou.... Porém, um personagem é deixado de lado, o que é uma pena, pois é o que possui a técnica que acho mais fascinante no Kung Fu e que ficou famosa para todo o mundo através de Jackie Chan, a Técnica do Bêbado. O personagem é Kazu, o Kirin Ranger interpretado por Keisuke Tsuchiya. Seu personagem é muito mal aproveitado. Um grande vacilo, pois poderia ter rendido muito mais na história.

   

Ah! Mais uma coisa! O episódio final tem um furo gigantesco no roteiro relacionado ao personagem interpretado por Rintarō Nishi, o General Shadam. Mas, não posso nem comentar porque estragaria a surpresa, mas assistam e vejam se acham algum nexo no que ocorre no final. Por falar no final, adorei ele! É um final diferente dos finais apresentados nos Tokusatsus, mas mostra a realidade, a eterna luta entre o bem e o mal, uma luta que nunca tem ou terá fim (podem ficar tranquilos, pois não estou dando spoilers. Rsss).

Diversos trechos de Dairanger foram aproveitados na segunda temporada de Power Ranger, mais precisamente o Kibaranger que foi transformado em Ranger Branco interpretado por Jason David Frank, o eterno Tommy da franquia. Aproveitando, queria falar que toda vez que eu via o Mestre Kaku eu lembrava de Prang, do filme O Rei dos Kickboxers de 1990. Eles lembram muito um ao outro! Seria Kaku inspirado em Prang???

Bom, resumindo, Dairanger é uma série muito boa, muito boa mesmo. Não entra no meu Top 10 Sentai, mas recomendo com toda certeza do mundo para qualquer um assistir, ainda mais os que gostam de boas cenas de ação e lutas. Neste quesito, Dairanger é muito superior a Maskman, na minha opinião. Aqui mesmo no Tokushare nós temos a série completa (http://www.tokushare.com.br/seriadoHistorias/view/79). Tenshin daa!!!!!!!

Um grande abraço!

tuninhochan
Um eterno fã de Tokusatsus!
Comentários
tuninhochan - 24/07/2017 09:07:43
hellish, eu diria que no momento seria: 10- Sun Vulcan 09- Dairanger 08- Kakuranger (ainda não terminei, mas estou quase e ele merece estar num Top 10 meu) 07- Bioman 06- ToQger 05- Liveman 04- Turboranger 03- Changeman 02- Hurricaneger 01- Jetman Por enquanto seria esse, mas tenho muitos sentais ainda pra assistir, especialmente da década de 90 em diante. Um grande abraço!
Denuncia
hellish - 28/06/2017 12:06:20
Então Tuninho-chan, qual a sua lista de sentai top 10?
Denuncia
Keverton - 03/05/2017 13:05:01
Ótima análise, terminei a série muito alegre pela qualidade dela (Apesar dos primeiros episódios que eu achei bastante chato de acompanhar). Dentre os pontos altos destaco a trilha sonora e a coreografia das cenas de ação juntamente aos vilões e também aos Dairangers (Com excessão do Kou rsrs). Obs: Tentei durante horas imaginar algo que explicasse o furo de roteiro com o Shadam, mas sinceramente eu desisto, foi o único detalhe que não me agradou no episódio final haha
Denuncia
tuninhochan - 28/03/2017 11:03:33
Raider Lopes, Dairanger é muito bom. Vale realmente a conferida. Concordo com o que escrevestes. Um grande abraço.
Denuncia
Raider Lopes - 08/11/2016 16:11:48
Estou tendo a oportunidade de assistir. A série é bem interessante de assistir. Alguns pontos que chamam a atenção: - Os tais patetas Gouma. Aquele tipo de vilão que causa duas alegrias; a que chega e a que vai embora. Eu imaginei que eles morressem no fim, mas depois apareceram dando força ao Ranger azul. - Jin: esse é o vilão independente. Quer ser o melhor e ponto final. - Eu tentaria imaginar como a Saban faria se tivesse de fazer a montagem completa se fosse fazer a história a risca. Ia ficar um horror, estragariam o que a Toei fez com muito gosto. - Acho que essa é a última série que tem episódios de 20 minutos. A partir de Kakuranger em diante é 25 minutos em média.
Denuncia
tuninhochan - 20/01/2016 13:01:18
Valeu, Edu e Rodrigo! Realmente Dairanger é uma série espetacular! Vamos ver se Kakuranger seguirá a mesma linha!
Denuncia
rodrigo nobre - 20/01/2016 11:01:38
Ótima analise sobre um dos melhores Super Sentais já produzidos, se não fosse o episódio final que não tem muita importância na série mais que ao meu ver foi algo que não deveria ter sido colocado como ''último episódio'' da série, poderiam sim ter colocado como um especial acho eu que seria bem melhor!!! Dairanger veio pra ''limpar a barra'' depois de Zyuranger (que eu não acho chato ao extremo) que tinha um ar mais infantil nas histórias, este Sentai tinha ótimas histórias algumas bem leves mais que não deixavam a premissa de ação e artes marciais de lado os atores tanto os heróis como vilões foram muito bem escolhidos, as suits ao meu ver são as mais bonitas já feitas em uma série da franquia, fora os mechas que ao lado dos de Zyuranger eu particularmente acho os mais bem caracterizados, e o mestre Kaku é um dos melhores da franquia se não for o melhor, o cara sai pra porrada e não fica só dando ordens, fora que nos episódios finais ele mostra sua verdadeira face! Pontos negativos concordo com estes apontados em especial sobre Kou , também não sou fã de crianças no meio e agindo como adultos em séries tokusatsus, mais eu vi uma evolução em Kou nos últimos episódios mais sua presença no meio de adultos era estranha mesmo rsrs, e o Kirinranger coitado esquecido na trama mesmo! Já os vilões com exceção de Jin Matoba , desculpe mais pareciam terem pego aquelas roupas em sexy shop kkkkk, era bem estranho aquilo e sinceridade não gostei do andamento deles na trama achei bem vago, já os monstros da semana alguns eram bem ridículos apesar de bem fortes e lembravam os de Goranger e Battle Fever j ! No mais Dairanger me marcou bastante quando assisti por apresentar artes marciais que ao meu ver é a salvação do tokusatsus em geral , nos atuais pouco se vê lutas em forma civil ou o personagem treinando como Ryo fez pra lutar com Jin Matoba, no mais quem não viu corre pra acompanhar !
Denuncia
Edu Andre - 15/01/2016 23:01:46
Eu já assisti Dairanger e é realmente um grande sentai. Sinto até inveja dos americanos por ele ter sido lançado oficialmente por lá. É um sentai com uma ótima trilha sonora (que inclusive uma das BGMs é parecida com a marcha imperial de Star Wars!), ótimos personagens (apesar de que eu achei o Kou um moleque bem chato) e monstros do dia bem feitos. Como eu até agora só assisti Zyuranger e Dairanger eu não posso dizer com convicção, mas acho que Dairanger é um dos melhores sentais dos anos 90. Abraços!
Denuncia
tuninhochan - 08/01/2016 09:01:25
Valeu, amado e venerável Mestre!!!!
Denuncia
kinhospawn27 - 08/01/2016 09:01:41
Excelente análise, Tuninho. Eu tinha parado de assistir na metade desse Sentai. Deu até vontade de voltar a assistir... he he he. Parabéns , cara.
Denuncia
Execute o login para comentar a notícia!